Dicas
Treinamento - A hora do sprint
10/01/2013

 Veja as dicas dos especialistas para aprimorar sua chegada e saber qual é o jeito mais apropriado para sprintar

 
Por Daniel Balsa
 
Quando a linha de chegada se aproxima em uma prova de ciclismo, os ciclistas se armam para o sprint, seja a vitória sendo disputada por dois competidores ou por um pelotão inteiro. É o momento em que os ciclistas atingem sua maior velocidade em busca do triunfo.
 
O sprint consiste em quatro elementos: poder de explosão, alta cadência de pedaladas, velocidade mais rápida do que normalmente se pedala e maior velocidade final – os profissionais, por exemplo, podem passar dos 70 km/h nesses momentos em terreno plano.
 
Para alcançar a maior velocidade possível em um sprint, o ciclista deve manter uma postura mais aerodinâmica para este tipo de situação. Para isso, você tem de segurar na parte inferior do guidão (drop) e levantar-se do selim. 
 
Segundo o livro “Lance Armstrong – Programa de Treinamento”, elaborado pelo heptacampeão do Tour de France e seu treinador, Chris Carmichael, antes de se levantar do selim, o ciclista deve se preparar para a explosão, deixando a marcha mais alta do que o comum para ele.
 
O sprint começa quando você se levanta do selim. A partir daí, é o momento de empregar todas as suas forças para a vitória. O ideal é que a resistência do pedal seja aumentada – deixando a marcha mais alta – assim que você sentir que ela não é tão grande. Caso você tenha de trocar a marcha no início é sinal de que você começou o sprint com uma relação de marchas mais baixa. 
 
Assim que pegar velocidade, você deve “puxar e soltar” o guidão em sincronia com as pedaladas. “O ciclista tem de manter a mão na parte de baixo de guidão pra que tenha mais firmeza. Ele também deve procurar não balançar a bike, mas impulsioná-la”, disse o sprinter Jean Coloca, da Sundown/São Bernardo.
 
Após esse passo, incline-se levemente para frente e mantenha o corpo baixo para ter melhor aerodinâmica. Agora, é só pedalar forte até o final, mas evite deixar as pernas completamente esticadas, pois você precisa de constante potência em suas pedalas.
 
O final do sprint
 
Para alcançar um nível bom nos sprints, nada melhor que treiná-lo. É interessante praticar diversos tiros durante seu treinamento seguindo essas dicas. De acordo com o livro “Lance Armstrong – Programa de Treinamento”, para realizar um novo sprint, você deve estar totalmente recuperado do último.
 
Outra forma recomendada é realizar um sprint após um treino longo, como se fosse uma simulação de uma prova. “Um sprinter precisa ter muita disciplina e isso vai dar uma melhor condição para ele vir com mais energia para o final de uma competição”, encerrou Jean Coloca.
 
Fonte: Prologo

Comentários
INFORMATIVO
Receba as nossas novidades no seu e-mail.
Nome:
E-mail:

Clube de Ciclismo São José dos Campos
Avenida Lineu de Moura, 205 - Urbanova
CEP: 12 244-380 - São José dos Campos - SP
Telefone: (12) 4104-0474
E-mail: contato@clubedeciclismosjc.com.br
Desenvolvido por: Varginha Online Tecnologia da Informação